1001 palavras... Palavras para quê?

Pega-me... Arrasta-me... Leva-me contigo... Para sempre... Através do caminho da felicidade... Para esse cantinho só teu.. Chamado... Coração...

Name:
Location: Mértola, Alentejo, Portugal

Wednesday, November 10, 2004

Ao som de Toranja...

... venho para aqui pôr mais umas linhas, que espero contribuam para o aliviar e descomprimir desta vida, deste dia-a-dia que nos leva e tenta arrastar para algo que não somos... hoje em dia, temos tempo e disposiçõ para tudo, para tudo menos para amar, temos vontade de tudo menos de nos esforçarmos por atingir aquilo que gostamos, de lutar por quilo que realmente queremos, por aquilo que dá prazer e gratificação pessoal... e nem precisa de ser algo de extraordinário, basta pensar no sem número de vezes damos por nós deitados, a ver a vida passar lá fora e que, por pura perguiça, deixmos passar para ficarmos no conforto... será que esse conforto é melhor que o abraço das pessoas que gostamos? talvez por tudo isto aprecie tanto o que fizeste por mim, o quanto lutaste, sofreste, aguentaste, superaste só para hoje estares comigo... pergunto-te se valeu a pena, e os teus olhos respondem por si só... quem me dera ser como tu, quem me dera ter toda essa força que tu tens, mesmo que não a encontres, quem me dera ter a tua presença de espírito, toda essa capacidade para aguentar e superar tudo... porque tu, só tu e mais ninguém que conheço, superariam o que superaste, aguentariam o que aguentaste e, no fim, sorririam da forma que tu sorris, fazendo e transformando a minha vida em algo...indiscritível, algo que por ser tão bom torna a vida num sonho, e os sonhos em realidades, torna cada segundo passado contigo um segundo precioso, de ouro, um segundo que passou mas que não será esquecido, que deixou atrás de si uma marca de felicidade, como um cometa, uma estrela cadente...
Contigo, não tenho medos, não tenho receios, só contigo sou eu mesmo, só a teu lado me sinto bem, só por tu tares lá... acordar e olhar o céu a pensar em ti, adormecer contigo no pensamento, sonhar contigo, porque tu preenches-me, dás-me vida e força onde elas não existem, fazes-me saltar barreiras outrora impossíveis, com natural à-vontade e sorriso nos lábios... mas melhor que tudo isto é, sem dúvida, ir para a minha caminha e pensar que és feliz, pensar que te faço feliz, por tarmos os 2 juntos, por vivermos cada dia dentro um do outro; saber que és, finalmente, feliz junto de alguém, e que esse alguém sou eu, a pessoa por quem tanto lutaste e por quem tudo superaste, dá-me vontade de sair de casa e gritar, gritar de felicidade e contagiar essa felicidade a tudo e todos. Há uma música, brasileira, chamada, salvo erro, "pra ver a banda passar"... de certeza que conheces... identifico-te com essa música pois, tal como a banda, tu espalhas felicidade em teu redor, e quando te perdemos no horizonte, voltamos às nossas vidas tristes, infelizes. "Vem rastejar, que te faz bem"... de certeza que conheces a música, por este primeiro verso, uma música que explica muita coisa, nesta antítese que é o amor, pois damos tudo, sacrificamos tudo, rastejamos durante quilómetros, mas mesmo assim gostamos, mas mesmo assim sentimo-nos bem... a que se deve esta felicidade? afinal, deve ser esta mesma felicidade digamos extrema, inqualificável, que distingue o amor de todos os outros sentimenots, deve ser este estado que torna o amor único e incomparável, indescritível, sem definição possível...
Recordo agora quando te conheci, a rapariga pequenina e insegura, incompreendida, hoje olho para ti e vejo alguém forte, alguém que ninguém consegue derrotar nesta luta pela felicidade... e dou graças por ser eu, por ter sido o escolhido para te fazer feliz... só espero nunca te desiludir, nunca, porque não iria aguentar, seria forte demais para um simples mortal... um mortal que tem a seu lado um ser do outro mundo, uma espécie de anjo, mas mais do que isso, elevado a mito... um dia, quando tu e eu pisarmos juntos outro chão que não a Terra, vão lembrar-te como "a rapariga que conseguiu ser feliz", vão recordar-te como alguém que, contra tudo e contra todos, lutou, lutou até ao fim contra este mundo filho da puta que vivemos dia-a-dia, que nos consome, nos roe até à morte...vão recordar-te como uma vencedora, na maior maratona de todas... se o teu ídolo literário te conhecesse, criaria um livro apenas para te descrever, construiria uma história à volta de tudo o que já fizeste, de tudo o que venceste... e seria, com certeza, o seu livro mais vendido, daria, talvez, um filme, mas seria, acima de tudo, a tua história, a história da pessoa que me faz feliz... e a quem dedico todos os minutos desta minha vida...
seria um livro sobre uma pessoa... uma única pessoa... que é só e apenas aquilo que todos desejamos ser...
Beijinho

3 Comments:

Anonymous Anonymous said...

bem... e mais uma vez quase q fui as lagrimas... gostava tt de me conseguir expressar como tu... gostava mm... mas parece que os meus sentimentos nao querem ter nada a ver com este mundo exterior.... e nao facilitam... =(

cd vez q me sinto assim... alias.... longe de como te sentes... pk vcs estao no ceu e eu inda tou na terra :) mas cd vez q me apaixono... n sei porke mas parece que perco a capacidade de expressao.... nessas alturas, confio na minha expressao nao verbal... mas vendo por outro lado, as vezes nao funciona porque uma pessoa que n esteja habituada provavelmente n consegue "ler" essa minha declaracao...

ontem, depois de muito pensar, percebi que ando a fazer pequenas declaracoes... inconscientes... ainda nao percebi bem porque... nao tenho nenhuma razao aparente...... a unica pessoa a quem posso fazer, a quem continuo a querer fazer declaracoes conscientes e claras esta longe... e faz anos daki a uma semana e nao vou poder estar la....

tu aki falas da força, da luta dela para ser feliz.... como gostava de poder lutar assim... por esta felicidade. porque sei que é esta felicidade que quero.

beijinhos, fia

November 10, 2004 at 4:35 PM  
Blogger JusT_a_GirL said...

Gostava tanto de ter alguém a quem dizer isso tudo, dessa forma tão apaixonada e confiante :(

*

November 10, 2004 at 10:21 PM  
Blogger xaiia said...

exa força k tu dizes k tenho devo-a a ti..apenas a ti. e este sorriso k mostro é culpa tua..sorrio pk tou feliz..porque sou feliz..ctg a meu lado.tlvz xte n seja o melhor momento para escrever aki.. neste momento apesar d td e de tar feliz por existires e seres kem és, n consigo impedir que o medo se apodere dos meus sentimentos (eu sei que percebes ao k me refiro)..mas ainda assim n poxo deixar d sorrir, de chorar cmo choro kd leio o que escreves,de deixar d sentir que sinto por ti..
e se um dia me recordarem como tu dizes hao d tb recordar kem tornou possivel td isso..kem me transformou e ensinou a mostrar aos otros o que eu tinha medo d mostrar.


dscp..ontem..dscp por te fazer sentir o que fiz (e proibo t d pedirs dscp otra vez).. dscp por n ter sido o que possivelmente esperavas..
beiju

November 11, 2004 at 5:47 PM  

Post a Comment

<< Home