1001 palavras... Palavras para quê?

Pega-me... Arrasta-me... Leva-me contigo... Para sempre... Através do caminho da felicidade... Para esse cantinho só teu.. Chamado... Coração...

Name:
Location: Mértola, Alentejo, Portugal

Sunday, November 28, 2004

Lados errados. locais errados...sentimentos acertados

Toranja - Lados errados
"Largaram-me a mil metros do chão
Largaram-me porque me agarrei
numa alucinação de vida
que me enchia o coração
e que agora vejo perdida
num cair que já não sei

Largaram-me a mil metros do chão
Reparo o sol que se afasta no ar
Rasgo caminho onde o vento dormia
Adormeço sentidos no meu furacão
enquanto sol anuncia o dia
sinto o meu corpo, desamparado, deslizar...

Perdi-te do lado errado do coração
Eras tu o meu chão...

Enquanto caía a terra rachou
e eu via a queda ainda mais funda
Ao meu lado passava tudo o que passei
comigo a miragem que nada mudou
do voo rasante que nem começou
do tempo apressado que nem reparei

Sinto os meus gestos flutuar, devagar
no último segredo antes do ódio
À minha frente um filme de aves sem voz
e quando as toquei resolvi gostar
Quando as ouvi fiquei a amar
ter tentado subir ao cimo de nós

Amei-te do lado errado do coração
Eras tu o meu chão...

Não sei ao que chamam lados do coração
Mas és tu o meu chão..
.és tu o meu chão..."

É bonita a música, é certo, mas nem é pela múscia que aqui venho escrever... é pelo que sinto neste momento, sinto uma espécie de vazio preenchido, numa antítese nunca explicada, apenas sentida... tal como no título do post, são lados errados, locais errados, mas sentimentos acertados... locais errados porque, pela primeira vez, não te tenho fisicamente perto de mim... estás num local inalcançável por mim, mas são sentimentos acertados, estes que temos um pelo outro, que nos mantem juntos, por muito longe que os nossos seres corpo (obrigado Shadow..) possam estar... daí este vazio preenchido... nunca ninguém me deixou assim... mesmo sabendo que a tua ausência é efémera, que depressa vais estar novamente perto de mim, nunca me senti tão "só", tão inútil... parece que de repente, nada faz sentido... mas depois, reacendo tudo o que por ti sinto e "viajo" por entre memórias e sonhos, contigo como tema, contigo como ponto de partida e chegada... porque tu dás tudo à minha vida, porque tu... és tudo...
Troco o anel de dedo, toco na pulseira... recordo-me dos últimos momentos que tivemos juntos, só para nós 2, no aeroporto... pareceu que, de repente, o mundo todo se reuniu à nossa volta, e tudo fez um sentido puro... algo que só que se sente assim consegue ver... a pureza inerente ao que sinto por ti faz-me ter viagens alucinantes a mundos distantes, mundos aos quais pertences e me fazes pertencer, mundos que conheço agora e dos quais não quero nunca sair... porquê?, porque estou contigo, porque tu fazes parte, és esses mundos...
Que saudades... que saudades de sentir todo o perfume do teu toque, a suavidade dos teus lábios, a ternura ds teus olhos, o calor do teu corpo... algo que não posso ter até voltares, algo a que me habituei, algo que é tão bom, tão perfeito... e com o qual não vou poder viver nos próximos tempos... mais do que triste, sinto-me impotente...por não poder tar contigo nestes dias em que tanto necessitas da minha presença, em que sei que era o que mais querias... porque raio é que não me preveni a tempo, porque é que não fui contigo? pergunto-me isto a cada minuto que passo sem ti... como queria estar aí contigo... como era bom acordar estes dias sempre a teu lado... mas não posso, e como tal, à distância, vou sofrendo com o passar lento e inalterável dos minutos, num sofrimento latente mas tão forte, tão inexplicavelmente forte... ouvir a tua voz ao telemóvel dá-me asas e deixa-me voar, voar até voltar a cair na realidade dura, nua e crua... mas é nesta mesma realidade que te amo, é nesta realidade que vivo e é nesta realidade que tu és o mais importante da minha vida...
Até aqui, até à dois meses e uma semana, tinha-te amado com o lado errado do coração... agora amo-te com cada cécula, cada átomo do meu corpo...
Beijinhos (*)

5 Comments:

Anonymous Anonymous said...

sem querer li este post com uma "banda sonora" que nao poderia estar mais apropriada... é a flying, do bryan adams... e quando eu a oiço, so me vem a cabeça duas pessoas... tu, a sara e esse sentimento maior que o mundo que vos une.

"Flying"

If you ever feel like you're gonna fall - oh I'll be there
And if you ever feel down or feel small - oh don't despair
And if you ever feel lost or feel alone - babe c'mon home
Let's just make love - all night
Let's just hold on - so tight
Let's make it last - for life
I won't let you go
Ya we're flying - feels just like flying
We're such a long way up - from the ground
Just u and me flying - so high 'n I'm never gonna come down
Every time you turn around and wanna run - oh come to me
When every little dream comes undone - oh don't worry
Let's just make love - all night
Let's just hold on - so tight
Let's make it last - for life
I won't let you go
Ya we're flying so high and:
We're never gonna come down:you and me


o vosso amor é incondicional e intemporal... ainda nao estive muito tempo com voces os dois... mas... o que estive deu para eu ter a certeza disto... e quem nao os conhece... acredite, o que ele escreve nao sao apenas palavras vãs e ocas de sentimento... sao palavras que lhe saem directamente do coracao..

quanto a distancia lindo... como disse a sara na sexta... voces vao estar longe um do outro mas continuam tao perto como poucas pessoas têm a sorte de estar de alguem.

gosto mt de vcs*****

November 28, 2004 at 11:42 AM  
Blogger blue__angel said...

"Amor...
Um sentimento complicado de se entender,
Mas bonito de se descobrir,
Difícil de esquecer...

Amar uma pexoa é a mesma koisa
Que voar em liberdade...
Descobrir um tesouro,
Achar toda a felicidade em um amor...

Um amor que nos aquece,
Que nos enlouquece,
Que nos faz feliz,
Que nos alimenta e nos sustenta...

Amamos porque acreditamos em um sentimento
Que nos traz a alegria de viver...
Vive e ama, só axim tu irás descobrir
Que estás aqui neste mundo,
Porque tu amas!"


Naum sei porquê mas apeteceu-me responder com este poema. No entanto, deixa-me dizer-te uma koisa...naum dês tanta importância à distância entre vocês, naum estejas triste por exa distância que vos separa, porque quando se ama de verdade nenhum obstáculo, nenhuma dificuldade é capaz de vos separar, quando se ama de verdade até o mais longe se torna o mais perto...Pontx eu sei e admito que pode custar um pouquinho tar longe, eu mesma tou nessa situação. Mas o amor que sentem um pelo outro é o suficiente para ultrapassar qualquer dificuldade...tu podes tar longe dela, mas ela ta no teu coração para sempre axim como tu tás no dela. Eu espero que acima de tudo sejas muito muito feliz, porque tu mereces!
bjitosss**

November 29, 2004 at 11:02 PM  
Blogger xaiia said...

mais uma vez...sem palavras...n sei k dizer..custou tt estes dias sem ti..sem te poder ver, sem te poder abraçar, sem te poder tocar...mas principalmente sem poder ver o teu olhar..ai cmo eu senti falta dele..cmo eu senti a tua falta..
cmo repetimos tantas vezes (tvz para nos convecermos a nos proprios disso,e para suavizar a saudade) apesar d td..estamos sp juntos, e apesar d custar imenso kd n te tenho aki a meu lado é tao bm saber k la estas..nc me senti assim. e agora percebo pk demorou tt tempo a chegar esta felicidd com k sp sonhei..simplesmente pk estava à tua espera!

nunca pensei k pudesse ser tao feliz..és tudo p mim..amo-te tanto!!

sofia...bigado..bigado por tudo...axo k o teu coment diz tudo..e vais ver..kd alcançares a felicidade k dizes procurar vais entender a razao pela qual demorou ..

****pa tds..especialmente pa vcs 2

amo_te marcos

December 1, 2004 at 1:42 AM  
Blogger Shadow said...

Olá!
Belas palavras senhor Marcos!
Gostei imenso do teu texto. E que o Amor esteja sempre contigo e com a tua amada!!!
Kisses*****

December 3, 2004 at 6:04 PM  
Blogger JusT_a_GirL said...

Epah hoje apanhaste-me num dia mau... e como eu sou uma GANDA desmancha-prazeres:
OH CARAMELO, MAS QUE RAIO DE TEXTOS LAMECHAS SÃO ESTES QUE TU NUNCA TE CANSAS DE PÔR AQUI? MUDA O DISCO MAN, PARECES O JOÃO PEDRO PAIS NUMA VERSÃO NÃO-CANTADA! IRRA!!

Mas reconheço que está bem escrito*

December 3, 2004 at 11:15 PM  

Post a Comment

<< Home